Simon Lau Cederholm

As noites de quarta a sábado, quando transforma uma das salas, a cozinha e a varanda de sua própria residência em ambientes do restaurante Aquavit, Simon Lau Cederholm dá atenção especial a cada cliente

Publicado em 9 de maio de 2010

Como prepara apenas opções de menu degustação, o chef dinamarquês faz uma detalhada explicação dos pratos. Descreve, por exemplo, como corta, tempera e armazena tomates durante 24 horas num pano de prato, a fim de extrair o sumo que formará uma gelatina. Ou fala da transformação de uma lagosta em musse sobre base de vol-au-vent.

Curioso, Cederholm lapidou sua técnica trabalhando em restaurantes de seu país natal, para pagar o curso superior de arquitetura. Foi ele quem projetou a atraente casa de 400 metros quadrados construída no Setor de Mansões do Lago Norte, com vista para o Lago Paranoá e o Congresso Nacional ao fundo.

O quintal abriga uma enorme horta. Dali, o cozinheiro tira baunilha, sálvia, alfavaca e outros condimentos utilizados em suas receitas contemporâneas.

texto extraido da pagina:

http://vejabrasil.abril.com.br/brasilia/roteiro/restaurantes/as-mesas-campeas-10





voltar ao topo ↑


Subir! ↑